Notícias 2018

Encerramento do 11º Seminário traz vencedores do Prêmio Benchmarking Femipa

A 11ª edição do Seminário Femipa trouxe uma grande novidade aos participantes: o Prêmio Benchmarking Femipa, que foi criado com o objetivo de difundir as boas práticas entre os hospitais filantrópicos, divulgando ações que deram certo e que podem ser aplicadas em outras instituições. O prêmio trouxe três categorias – Gestão de Recursos Humanos, Gestão Hospitalar e Gestão da Assistência e Segurança do Paciente – e foram classificados três projetos em cada uma delas. Os selecionados apresentaram seus cases nas salas temáticas do evento, no dia 15 de março, e, depois, a votação para escolher o melhor de cada categoria foi aberta aos participantes do evento. Os vencedores foram conhecidos no último painel do Seminário Femipa, solenidade que encerrou o evento. Vinte e oito projetos foram inscritos, sendo sete na categoria Gestão de Recursos Humanos, 10 em Gestão Hospitalar e 11 em Gestão de Assistência e Segurança do Paciente, além de um projeto na Classe 1 para hospitais com menos de 100 leitos. Conheça abaixo as instituições vencedoras:

Categoria Gestão de Pessoas – Hospital Ministro Costa Cavalcanti – “Gestão de Pessoas por Competência (Consolidando qualidade e aprimoramento de talentos)”.

Categoria Gestão Hospitalar – Hospital Cajuru – “Células de Faturamento Hospitalar”.

Categoria Gestão de Assistência e Segurança do Paciente – Irmandade da Santa Casa de Maringá – “Riscos Assistenciais: identificar para prevenir incidentes”.

Categoria Gestão da Assistência e Segurança do Paciente Classe 1 – Mater Dei – “Segurança na Administração de Medicamentos”.

Para o presidente da Femipa, Flaviano Feu Ventorim, os cases inscritos no prêmio surpreenderam pela qualidade das ações, o que prova que os filantrópicos da Saúde têm grandes experiências para mostrar.

“Ficamos entusiasmados com a qualidade dos trabalhos. Conhecemos ações simples que trouxeram resultados extraordinários para os hospitais, bem como coisas complexas que nem imaginávamos que os hospitais estavam fazendo. A comissão julgadora teve uma tarefa difícil para escolher os projetos que iriam para a apresentação oral, e a diferença entre cada um foi muito pequena. Por isso, reforço que não temos ganhador ou perdedor. Todos ganham ao divulgar as boas práticas e o que pode ser feito para melhorar o dia a dia das instituições”, declarou Ventorim.

Por conta do sucesso do Prêmio Benchmarking Femipa, o presidente anunciou que a Femipa deve organizar para o segundo semestre outro encontro para divulgar ações que dão certo. O objetivo é criar mais um espaço para que os hospitais possam trocar experiências. Ventorim disse, ainda, que essa será uma oportunidade para que os hospitais de pequeno porte participem mais. “Esses hospitais terão, em breve, que repensar o que vão ser, terão que se reinventar, sair da caixa, para apresentar para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e o Ministério da Saúde o que podem fazer de diferente. O prêmio é uma excelente oportunidade para se pensar nisso”, afirmou.

Confira o depoimento dos vencedores:

“Esse trabalho é motivo para despertar nossos hospitais de pequeno porte. Quem conhece a maternidade Mater Dei sabe que nossa estrutura física não é boa, mas a estrutura de recursos humanos faz a diferença em nossas casas” – Alessandra Rossini, coordenadora de Enfermagem da Mater Dei.

“Receber esse reconhecimento, hoje, é imensamente gratificante. Vamos continuar trabalhando. O prêmio é de todo o hospital, que certamente vai ficar muito feliz” – Gisleine Aparecida dos Reis, enfermeira supervisora de gerenciamento de riscos da Santa Casa de Maringá.

“Esse premio é da Alexandra, Marinez e Aline. Foram elas que conseguiram implantar o projeto, com muita dedicação e trabalho. Ficamos muito felizes com o reconhecimento” – Fernando Cossa, diretor administrativo-financeiro do Hospital Ministro Costa Cavalcanti.

“Parabenizamos a Femipa pela iniciativa, que é muito importante. Ao compartilharmos boas práticas, todos ganham. Sabemos que trabalhar com saúde no Brasil é um desafio. Em um hospital como o Cajuru, que é 100% SUS, temos que ser criativos diariamente. Por isso, compartilhar experiências de sucesso é muito importante. Quem sai ganhando é o paciente, a comunidade, a população” – Atani Mendes Junior, gerente administrativo do Hospital Cajuru.

Conheça também os projetos finalistas e um resumo de cada apresentação:

Sala temática de Gestão Hospitalar traz os cases finalistas do Prêmio Benchmarking Femipa

Hospitais apresentam iniciativas inovadoras em Recursos Humanos

Cases de assistência e segurança do paciente mostram que é possível melhorar indicadores com medidas de gestão

Por Maureen Bertol – Interact Comunicação

Foto: Pedro Vieira

Realização

Co-realização