Notícias

Unimed Paraná estará no 14º Seminário Femipa

A Unimed Paraná mais uma vez estará como correalizadora do Seminário Femipa. Durante o evento, o gerente de Estratégias e Regulação da Saúde, Marlus Volney de Morais, falará sobre a troca de informações e a interoperabilidade na busca de um tratamento eficaz e personalizado do paciente, junto com o presidente da Sociedade Brasileira de Informática (SBIS).

Além da participação no evento, Paulo Roberto Fernandes Faria, presidente da Unimed Paraná, falou à Femipa sobre os desafios e oportunidades durante a pandemia e como está o cenário atualmente. Confira abaixo a entrevista:

Quais foram os desafios e oportunidades durante a pandemia para a empresa? Foram necessárias adequações para atender os hospitais?

A pandemia, obviamente, é uma tragédia do ponto de vista humanitário e de saúde. Porém, sempre ficam alguns aprendizados e experiências, e não podemos negar que nos aproximamos ainda mais dos cooperados, colaboradores e parceiros nesse momento de crise. Houve um apoio mútuo e um esforço conjunto, principalmente nos períodos em que a crise se intensificou, envolvendo diversas pessoas na Unimed Paraná. Todas estavam focadas na busca de solução e cuidados para atender quem precisava. Os desafios foram muitos, porém, podemos dividi-los em quatro grandes blocos:

  1. A estruturação do atendimento em todo o estado, de modo que não permitisse a desassistência
  2. A preocupação em oferecer a maior proteção possível aos nossos colaboradores, por meio do home office e de várias ações de cuidado com sua saúde
  3. O cuidado em nos mantermos presentes ao lado de nossos cooperados durante toda a crise
  4. A oportunidade de contribuirmos com nossos parceiros e a sociedade nos momentos críticos que tivemos

Trabalhamos com os hospitais para garantir equipamentos e fármacos no tratamento da Covid 19 e colaboramos para a criação de novos leitos, no sentido de assegurar os atendimentos, contribuindo para impedir o colapso da assistência. Para isso, em muitos locais, reforçamos o financiamento de leitos.

No que diz respeito às oportunidades, que, inevitavelmente, toda crise traz, podemos enfatizar a popularização do trabalho remoto, o aculturamento do contato por meio de canais digitais, como as vídeos-chamadas, e o próprio tele atendimento.

Como avalia o cenário da Saúde atualmente?

Vivemos em um cenário mercadológico totalmente diferente do que estávamos habituados, com concorrentes altamente capitalizados e muito competitivos. Dessa maneira, nós, enquanto Sistema, precisamos nos reinventar no dia a dia para encontrar novas soluções. Além disso, vivemos uma época de agilidade, e isso é refletido no atendimento médico: a sociedade está cada vez mais exigente e não quer mais esperar para ter uma entrega de qualidade. Por tanto, esse é um desafio na área da saúde, ter celeridade e agregar valor ao cliente em termos de qualidade assistencial, acolhimento e rapidez no atendimento.

E em relação às tendências, pontuo aqui o arsenal tecnológico que temos à disposição da medicina, com novas opções de tratamento e exames. A busca é por aproveitar tais ferramentas da melhor maneira em prol da nossa rede social. É necessário trazer essa tecnologia para a nossa assistência, fortalecendo os três pilares citados.

O que será apresentado pela empresa no 14º Seminário Femipa?

O nosso gerente de Estratégias e Regulação da Saúde, Marlus Volney de Morais, junto ao presidente da Sociedade Brasileira de Informática (SBIS), falará sobre a troca de informações e a interoperabilidade na busca de um tratamento eficaz e personalizado do paciente.

Fonte: Unimed Paraná

Realização

Co-realização