Notícias 2018Notícias 2019

Prêmio Femipa de Melhores Práticas e Criatividade divulga classificados para apresentação oral

A comissão julgadora do 4º Prêmio Femipa de Melhores Práticas e Criatividade divulgou hoje, 14 de março, os projetos selecionados para a apresentação oral, que vai acontecer no dia 30 de março de 2022, nas salas temáticas do 14º Seminário Femipa. Foram 20 projetos inscritos entre as categorias “Gestão de Pessoal”, “Gestão da Assistência e Segurança do Paciente”, “Gestão Hospitalar” e “Gestão de Infraestrutura e Logística Hospitalar”. Do total, seis cases foram inscritos na classe 1, para hospitais com até 100 leitos. Os demais – 14 cases – se inscreveram na classe 2, para hospitais com mais de 100 leitos. Agora, a Femipa vai enviar um e-mail às entidades oficializando a classificação e orientando as próximas etapas.

Vale ressaltar que as apresentações terão duração máxima de 20 minutos, e o não cumprimento desse tempo implicará na redução da pontuação oral em 30%. Além disso, todos os critérios deverão ser contemplados e o tema deverá ser exposto com clareza e objetividade, dentro do modelo de apresentação fornecido pela Femipa. Cada entidade selecionada deverá indicar um representante para apresentar o case, e esse representante deverá estar inscrito no 14º Seminário Femipa. Também é importante frisar que os classificados devem confeccionar o banner para trazer no dia da apresentação, com porta banner. A Femipa informa que não será permitida a citação de outras empresas ou instituições contratadas pela entidade filantrópica associada.

Confira abaixo a lista de classificados:

Categoria Gestão Hospitalar

Classe 1:

– Hospital Pequeno Cotolengo – “Implementação do programa de integridade – cultura ética e segurança do paciente”

Classe 2:

– Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba – “Equação de valor”

– Hospital Universitário Cajurú – “Projeto hacker rangers”

– Fundação Hospitalar de Saúde / Cianorte – “O papel do hospital e o direito à saúde”

 

Categoria Gestão da Infraestrutura e Logística

Classe 2:

– Hospital Nossa Senhora das Graças de Curitiba – “Estação de tratamento de água de reuso – ETAR”

 

Categoria Gestão de Pessoas

Classe 1:

Hospital Pequeno Cotolengo – “Estudar também é pra mim”

 

Classe 2:

– Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Curitiba – “E o sorriso atrás da máscara”

– Hospital Angelina Caron – “Jeito de ser HAC”

– Hospital Nossa Senhora das Graças – “Uso da plataforma digital como novo modelo de treinamento e desenvolvimento”

 

Categoria Gestão da Assistência e Segurança do Paciente:

Classe 1:

– Instituto de Assistência Social e Saúde São José / Laranjeiras do Sul – “Atendimentos humanizados aos pacientes de UTI”

– Hospital Pequeno Cotolengo – “O planejamento do cuidado pelo olhar de uma equipe multidisciplinar”

 

Classe 2:

– Hospital Nossa Senhora das Graças – “Programa de qualidade de vida de pacientes puérperas”

– Hospital Universitário Cajurú – “Construindo uma cultura de segurança do paciente”

Realização

Co-realização